Carvalho ‘acua’ Pinheiro, o chama de lunático e quer saber o que o prefeito fez com R$ 25 milhões para combater a Covid 19


Na quinta-feira, 21, o secretário chefe da Casa Civil de Mato Grosso, Mauro Carvalho(DEM) revelou o que todo mundo já sabia


PEDRO RIBEIRO/DA EDITORIA

download-69.jpg

Foto: O Livre

 Efeito borboleta é o nome de uma teoria matemática que atribui a pequenas ações o poder de desencadear grandes acontecimentos.

 

O nome vem de um exemplo: o bater de casas de uma borboleta pode provocar um furação do outro lado do planeta.

 

Na política, dependendo das equações, o resultado pode ser exato ou não. No caso positivo, a ação pode ser um atributo de algum contorcionismo para moldar-se às circunstâncias.

 

No caso negativo, as consequências podem ser maiores e serem ouvidas do outro lado do planeta.

 

Na quinta-feira, 21, o secretário chefe da Casa Civil de Mato Grosso, Mauro Carvalho(DEM) revelou o que todo mundo já sabia: o prefeito exagera nas suas ações contraditórias.

 

O seu alvo: o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro(MDB). Carvalho ‘encurralou’ o prefeito cuiabano e o desafiou a mostrar o que ele fez com R$ 25 milhões que recebeu do Governo Federal para combater a Pandemia da Covid 19, o Novo Coronavírus em Cuiabá.

 

Antes, o secretário da Casa Civil chamou Pinheiro de ‘lunático’. O desafio do secretário é um ‘baque’ na pretensão do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro em continuar no páreo da disputa para a reeleição.

 

O erro simplório de Emanuel em não prestar contas da dinheirama enviada pelo Governo do presidente Jair Bolsonaro(sem partido) para combater a Covid-19 pode tirá-lo da corrida eleitoral.

 

Se ocorrer realmente o impedimento, a culpa deve ser do próprio Emanuel, pelo seu excesso de otimismo, por práticas nadas republicanas e por assessores mau-preparados. “(Não existe) UTI criada pela atual gestão da prefeitura de Cuiabá para combater o Coronavírus”, afirmou Carvalho que emendou ainda, “Cuiabá recebeu R$ 25 milhões do governo federal e não temos a notícia de abertura de nenhum leito novo na cidade”, questionou.

 

Ele disse ainda que o prefeito de Cuiabá toma decisões lunáticas com a contração de drones a preços absurdos e de uma TV de seus parceiros políticos para a transmissão de aulas para os alunos, “enquanto o Estado faz gratuitamente pela TV Assembleia”, afirmou o secretário.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Culinária

Culinária

Dicas de Saúde

Dicas de Saúde

Onde ir em Mato Grosso

Onde ir em Mato Grosso

Curiosidades

Curiosidades

scroll to top