STF refuta mais um HC e nega volta de conselheiros afastados do TCE/MT por extorquirem Silval em R$ 53 mi


Além de Novelli, estão afastados por praticarem o crime: Antônio Joaquim, Walter Albano, Sérgio Ricardo e Valdir Teis


PEDRO RIBEIRO/DA EDITORIA

Sem-título-1-1.jpg

Foto: Arquivo

Dura Lex Sed Lex. A lei é dura mais é a lei. Mais uma vez a justiça brasileira negou mais vez a volta dos cinco Conselheiros afastados do Tribunal de Contas de Mato Grosso(TCE/MT) por extorquirem o ex-governador Silval Barbosa(MDB) em R$ 53 milhões e mais uma gama de outros crimes.

 

Desta vez, a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, negou o habeas corpus ao conselheiro afastado José Carlos Novelli. O conselheiro afastado negou – sem sucesso – uma liminar em HC para sustar a decisão da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que o manteve afastado.

 

Além de Novelli, estão afastados por praticarem o crime: Antônio Joaquim, Walter Albano, Sérgio Ricardo e Valdir Teis. Carmem Lúcia refutou todos os argumentos da defesa e disse que o STJ não mantém ilegalidade por excesso de prazo.

 

A ministra também arguiu em sua decisão – afirmando – que os fatos investigados pelos cincos conselheiros foram cometidos justamente no exercício dos cargos de conselheiro, e em razão dos cargos por eles terem cometidos: extorsão, corrupção passiva, sonegação de renda, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Culinária

Culinária

Dicas de Saúde

Dicas de Saúde

Onde ir em Mato Grosso

Onde ir em Mato Grosso

Curiosidades

Curiosidades

scroll to top