Biden afrouxa sanções petrolíferas a Maduro em troca de retomar o diálogo com a oposição

Washington permite que a petroleira Chevron negocie uma licença com a estatal venezuelana PDVSA

O governo de Joe Biden decidiu fazer um gesto e suavizar algumas de suas sanções à Venezuela para tentar favorecer o diálogo do regime de Nicolás Maduro com a oposição , revelou nesta terça-feira um alto funcionário dos EUA. Os Estados Unidos continuam reconhecendo o governo interino de Juan Guaidó como legítimo, mas estão cientes de que precisam dar passos realistas para avançar na democratização do país e que um caminho negociado parece ser o único viável hoje.

As decisões foram tomadas em contato e a pedido da oposição venezuelana, de acordo com um alto funcionário dos EUA. “Os Estados Unidos estão realizando uma série de medidas a pedido do governo interino venezuelano e da Plataforma Unitária dos partidos da oposição, em diálogo com o regime venezuelano para apoiar sua decisão de voltar à mesa de negociações na Cidade do México. Quero deixar bem claro que os Estados Unidos estão fazendo isso em resposta às ações que estão ocorrendo nas negociações que estão ocorrendo entre o regime e o governo interino na Plataforma Unitária. Não é algo em que os Estados Unidos tenham participado. Foi uma conversa com eles e vieram pedir-nos que tomássemos essas medidas”, disse a fonte supracitada.

As mudanças não são de grande importância material, mas são um gesto. Além disso, um alto funcionário da administração afirmou que medidas adicionais podem ser tomadas se o diálogo evoluir favoravelmente e revertidas se não. Com a nova decisão, o governo vai permitir que a petroleira norte-americana Chevron negocie uma licença com a estatal petrolífera PDVSA, mas não vai perfurar ou exportar petróleo de origem venezuelana.

“A Chevron está autorizada a negociar os termos de possíveis atividades futuras na Venezuela”, explicou um alto funcionário. “Fundamentalmente, o que está sendo feito é permitir que eles falem”, acrescentou, para enfatizar que isso não gerará receita para o regime de Maduro. “Quero sublinhar que tudo isso é consequência de um pedido do governo interino e se baseia em um acordo de ambas as partes para o retorno às negociações, que devem ser anunciadas muito em breve”, observou.

Além disso, segundo a Associated Press, Carlos Erik Malpica Flores, alto executivo da PDVSA e sobrinho da primeira-dama da Venezuela, Cilia Flores, será excluído da lista de pessoas sancionadas.

Após a invasão russa da Ucrânia, os governos dos Estados Unidos e da Venezuela se aproximaram. O petróleo venezuelano passa a ter maior valor estratégico com as sanções contra a Rússia pela guerra. Houve contatos entre representantes de ambos os Executivos e também reuniões entre autoridades norte-americanas e a principal coalizão da oposição. No entanto, os Estados Unidos asseguram que sua posição não mudou.

“Continuaremos a agir com firmeza na defesa dos direitos humanos dos venezuelanos. E tomaremos nota dos relatos generalizados de execuções extrajudiciais e opressão da sociedade civil e ativistas políticos, entre outros abusos”, disse a mesma fonte.

O anúncio sobre a Venezuela ocorre um dia depois que o governo Joe Biden decidiu reverter as sanções mais duras impostas pelo ex-presidente dos EUA, Donald Trump, a Cuba. Um alto funcionário do governo desassociou esses anúncios uns dos outros e também apontou que eles não estão diretamente relacionados à próxima Cúpula das Américas em Los Angeles na primeira quinzena de junho, para a qual os Estados Unidos não convidaram Cuba , Venezuela e Nicarágua.

Compartilhar
Ninguém dirige nossa opinião. É por isso que o Página 12 luta para ser verdadeiro, sério e imparcial. Estamos determinados a fornecer um jornalismo que ajude cada um de nós a entender melhor o mundo e a tomar decisões que desafiam, unem e inspiram mudanças – mesmo em tempos de crise. Nosso trabalho não é possível sem nossos leitores. E, humildemente, dependemos do seu apoio financeiro para continuarmos o nosso trabalho. Sua ajuda nos mantém independente, aberto e isso significa que podemos manter nossas reportagens com qualidade - investigando, desembaraçando e interrogando. Toda contribuição por maior ou menor que seja, é tão valiosa para o nosso futuro.

Apoie a Página12

Comentar uma resposta

Por favor insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui